Conheça um pouco mais sobre Fisioterapia


>




A Fisioterapia pode ser definida como uma ciência aplicada ao estudo, diagnóstico, prevenção e tratamento de disfunções cinéticas funcionais de órgãos e sistemas. Sua gestão necessita do entendimento das estruturas e funções do corpo humano. Estuda, diagnostica, previne e trata os distúrbios, entre outros, cinético-funcionais (da biomecânica e funcionalidade humana) decorrentes de alterações de órgãos e sistemas humanos. 
 
Além disso, a Fisioterapia estuda os efeitos benéficos dos recursos físicos como o movimento corporal, as irradiações e correntes eletromagnéticas, o ultrassom, entre outros recursos, sobre o organismo humano. É a área de atuação do profissional formado em um curso superior de bacharelado em Fisioterapia. O fisioterapeuta é capacitado a diagnosticar disfunções, avaliar, reavaliar, prescrever (tratamento fisioterapêutico), emitir prognóstico, elaborar projetos de intervenção e decidir pela alta fisioterapêutica.
 
Contando com profissionais especializados e atualizados no que há de mais moderno na fisioterapia, o nosso cliente recebe atendimento personalizado sendo visto de maneira integral, ou seja, tratamos a causa e não os sintomas. 
 
As principais funções da Fisioterapia são melhorar a mobilidade, aliviar a dor, prevenir lesões e recuperar as funções perdidas, utilizando exercícios como alongamento, fortalecimento, hidroterapia e outras técnicas. São áreas de atuação, entre outras: Neurologia (derrame, Parkinson, Alzheimer, lesão medular, alterações no desenvolvimento, síndrome de Down, dentre outras); Ortopedia e reumatismo (queimaduras, politraumatismo, osteoartrose, artrite, LER/DORT, amputações, dentre outras); Respiratória (ex: asma, bronquite, DPOC, enfisema, pneumonia); Cardíaca (ex: infarto, angina, hipertensão arterial); Desportiva; Saúde do trabalhador; Saúde da Mulher; Dermato-funcional; RPG – Reeducação Postural Global; Pilates
Conheça um pouco mais sobre Fisioterapia Conheça um pouco mais sobre Fisioterapia Revisado by Faça Fisioterapia on 09:45 Nota: 5

Nenhum comentário